domingo, 8 de março de 2009

Um pouquinho de Individualismo.

"Algumas vezes eu fiz muito mal para as pessoas que me amaram.Não é paranóia não.É verdade.Sou tão talvez neuroticamente individualista que, quando acontece de alguem parecer aos meus olhos uma ameaça a essa individualidade, fico imediatamente cheio de espinhos e corto relacionamentos com a maior frieza, às vezes firo, sou agressivo e tal.
É preciso acabar com esse medo de ser tocado lá no fundo.Ou é preciso que alguem me toque profundamente para acabar com isso."

[Caio Fernando Abreu]

Esses dias li esses versos de Caio Fernando Abreu.
Não achei nada de mim naqueles versos, mas queria ter achado.
Às vezes é chato ser sempre a meiguinha, alguem que todo mundo gosta, que ninguem tem nada contra...Mas ao mesmo tempo, ficar sempre "sobrando", de certa forma.
Tenho o péssimo hábito de me doar muito às pessoas à minha volta...Sempre simpática, sempre prestativa, sempre humilde, sempre oferecendo uma mãozinha, um ombro amigo...E em troca?

Não que eu faça nada esperando retorno...Isso jamais!
Mas o que me irrita é meu sofrimento...Meu sofrimento por pessoas que se não me vêem não lembram nem da minha mera existência.
Quantas vezes me pego olhando fotos de momentos passados e felizes, e que ficam apenas nas fotos...
Não reclamo por mais amigos, por mais atenção...Os amigos que tenho me bastam, a atenção que recebo me é suficiente.
Mas reclamo do meu defeito...De uma dor que eu mesma me proporciono, SEMPRE!
Me deixo levar pela afetividade...Me apego fácil, fácil...E as pessoas se vão como vieram...Rápido demais!

Queria apenas não me apegar tão facilmente, pra não sofrer depois por uma afeição que só existiu na minha cabeça...E até confesso, no meu coração.
Sou uma manteiguinha...Meiguinha, simpática..."Um amorzinho", é o geralmente dizem de mim...Mas isso não parece ser suficiente pra ter sempre por perto e tão perto quanto eu gostaria, muitas pessoas pelas quais me apeguei ao longo da vida.
Uma coisa eu tiro de bom nisso...Apenas os bons e verdadeiros permanecem...Os amigos de verdade, agente vê que aparecem e se mostram presentes sempre que necessário, a qualquer hora e qualquer momento.
Não quero que ninguem fique mais próximo de mim (eu posso me apegar ainda mais), quero me livrar desse afeto em excesso que eu sempre tenho pra dar à todos.
Um pouquinho de individualismo na minha vida cairia bem...Querer me afastar quando percebesse que estão se aproximando demais, como falou Caio Fernando...Era oq eu queria!


OBS: Amanhã, começam minhas aulas.
Provavelmente meu tempo para posts e comentários ficará um pouco mais escasso.
Mas prometo responder à todos que visitarem.!

35 comentários:

Groo disse...

Mandy, eu consegui impor em minha vida um certo individualismo e não é por orgulho ou prepotencia, não. É uma questão de necessidade. Porque temos, às vezes, que olhar para nós mesmos, cuidar de nós mesmo, fazer coisas para que nos sintamos bem. É sempre bom ajudar as pessoas, estar sempre disposta a ouvir, a ser o amigão de todas as horas, mas...e eu?

Também tem aquela coisa, quando você se "doa" muito certas pessoas aproveitam demais! E querem é tomar conta da sua vida.

Não é questão de egoísmo, precisamos ter nosso tantinho de individualismo.

bjs e boas aulas!

Yasmin disse...

também sou individualista e fria demais as vezes,por fimacaba me atrapalhando e ajudando, tudo tem os tais dois lados,bjos
boas aulas

João Vitor disse...

eu sou individualista, e as vezes não gosto de ser contrariado.
Eu também faço isso me apego muito facil, isso é ruim, mas as vezes pode ser bom! cada caso é um caso! xD~
desculpa a demora, tava meio sem tempo, mas estou de volta :D
beijos!
parabens pelo seu dia atrazado!
xD~

Aline disse...

Não vejo problemas em ser bonzinho, isso eu também sou. O problema mesmo é que maioria das pessoas confundem isso com ser bobinha! Aí é que o bicho pega!;)

Anaa Bia ;) disse...

Me identifiquei com cada linha do seu texto, eu sou exatamente igual. Queria ser diferente, queria pensar um pouco menos nas outras pessoas ! Maaas, acho que essa é minha natureza.

Amei !
Beeijo ;*

Mayana Carvalho.♥ disse...

Eu sou muito pelo outro tembem.. e e eu amoo isso.. eu sou feliz amando tudo a minha volta... e sei que quando chegar a hora certa eu serei retribuida, sabe!? E eu tenho muitos amigos que recohecem isso!

Beijos

' káh. milloti disse...

a eu vivo pelo meu próximo. ás vezes isso me faz até mal "/
beijão

Juh Lima disse...

Pois eu queria poder me apegar mais as pessoas. Apesar de ser sempre simpática a alegre, não consigo me apegar. Admiro quem consegue!
Beijocas :*

Prix disse...

Achei muito de mim nos versos citados! rs
Ao contrário de vc, sou bastante individualista, por vezes até um tanto agressiva na forma de lidar com os outros. A primeira vista acredito que passo uma imagem de boazinha, meiga, adjetivos que sempre ouço de pessoas que não me conhecem. Talvez seja pela timidez... Mas a opinião sempre muda após a 1ª cutucada... Ai eu viro a chata, marrenta, anti social... Confesso que fico muito na defensiva, o que atrapalha demais. Só não penso em mudar, com o tempo vc começa a "tirar proveito" de algumas características suas...
Difícil mesmo é manter o equilíbrio.. saber a hora certa de ser individualista e/ou coletiva.

Até!
=]

Talita do Vale disse...

Aaaah... eh bom ser meiguinha.
Eu queria agradar todo mundo. Ser todo tempo meiga e tal...

Sou o contário de você
não me apego fácil. Quase não me apego =x. Mas quando me apego... não largo xD

Tenho certeza que em qualquer lugar que eu vá, irá ter uma pessoa que gosta muito de mim, uma que me acha insignificante e outra que me odeia.

Coli Gessinger disse...

NAO QUEIRA!

não queria jamais se identificar com esse trecho acima.. pelo primeiro momento de cara eu ja quis copiar e colar no perfil do meu orkut >_<

eu ja me apeguei tbm tao facill.. me ferrei varias vezes.. e me tornei tão fechada :S

minhas amigas me dizem que eu so gosto da conquista.. e eu to começando a acreditar nisso, sabe.. pq sempre quando as coisas começam a dar certo pra mim eu dou um jeito de pular fora.. =/

isso nao é nenhum pouco saudavel.. te garanto..


continue sendo a meiguinha que se apega facilmente.

as vezes a gente se ferra, mas isso faz parte da vida rs

{de qualquer forma copiei o trecho rs}

Filipa <3 disse...

so depende de ti

Mila disse...

Não vejo problemas em ser bonzinho, isso eu também sou. O problema mesmo é que maioria das pessoas confundem isso com ser bobinha! Aí é que o bicho pega!;) [2]

Eu sou mega indivudualista, e pretendo continuar assim por um bom tempo :<

Flá Costa * disse...

Antes de tudo, primeira vez aqui e eu achei o visual um arraso! Adorei a perfeição do lay, parabéns, cores leves fáceis de ler.

A história de que os bonzinhos sempre se ferram realmente é verídica, mas continuo jogando nesse time. No final, antes assim. rs

Beeeijo*

Ju disse...

Eu REALMENTE adorei esse layout!

Sobre o texto, ainda estou analisando minhas conclusões ^^

Aproveito para te convidar a votar no blog "Mania de Escrever" que está na final do concurso OnBlog 2009. É só entrar em http://onblog.zip.net/ e participar da enquete. Agradeço sua colaboração!

Boa semana!
E boa sorte com esse reinício de aulas..
É uma confusão no início ^^

Thais Puga®. disse...

É complicado...
Porque o fato de você se doar demais as pessoas, faz com que você espere que elas façam o mesmo...
E ninguém é igual... você tem essa personalidade maravilhosa de sempre querer bem as pessoas, mas há pessoas que não sabem demonstrar o quanto se importam..
Eu me identifiquei muito com esse seu texto, pois era assim há uns tempos atrás, mas desde que passei a me policiar de não esperar muito das pessoas...
Tudo ficou bem melhor!

Apesar de me achar uma pessoa mais fria!

Adorei o blog.
bjos. xD

Edilene disse...

Achei o template do seu blog, Lindoooooooooooo

Millena Moderadora disse...

Parabéns pelo Blog.
Criativo e inteligente.
Se puder,visite o meu.
TE CUIDA!!!!
BOA QUINTA PRA TI!!!

cris disse...

Também tenho esse grave problema.

Apesar de sempre ter sido muito sozinha, muito “auto-suficiente”, sou muito dependente de pessoas. Não sei agir sozinha, fazer coisas fora de casa sozinha, apesar de amar estar sozinha, quando em casa.

Não acho que isso seja ser individualista. Penso em individualismo como me colocar como prioridade, pensar nos outros em um segundo momento. E nem de longe acho que isso seja bom.

Acho que assim como você disse, a questão é aprender a cuidar de nós mesmos para que soframos menos em momentos de separação ou quando no damos conta de separações inevitaveis.

Uma coisa que tenho aprendido, a cada dia é que sempre seremos sozinhos. Dependemos de relações interpessoais, mas elas são temporárias. Sempre. No fundo sempre estamos sozinhos.

Mas isso não é triste, nem ruim. Acho que quando temos consciencia disso, aceitar as separações e lembrar dos bons momentos com as pessoas que já não nos cercam, sabendo que vão estar sempre lá, mesmo que em pensamento, acaba sendo bom.

beijocas!!

ps: já tinha lacinhos por aqui?! 0.o

Felipe disse...

Olha, talvez meu comentário seja o único do contra, mas um dia voce vai lembrar: Apreoveite essa fase boazinha, manteiguinha, porque conforme a vida passa, e voce vai ganhando porradas, voce perde isso naturalmente, aí um dia voce vai dizer: Antes eu aturava isso, hoje nem que me pague!

Beijocas

To te seguindo

emilie d. disse...

Primeiro: adorei o seu blog. E estou dizendo do layout =). você conseguiu deixar um templates simples a sua cara! [e eu ainda estou batalhando para achar um que seja a minha...].

Segundo: sou um pouco como no texto de Caio Fernando Abreu...mas, acho que não faço de propósito...sou assim tímida. um pouco na minha. pior que quando me apego á alguém sou um grude...Isso pode não ser tão bom,sabia? esse negócio de se apegar demais...

O Conselheiro Sentimental disse...

amiga, novo post, peo por favor que leia
bjs

Jessycats2 disse...

Heey menina, tudo bem!?
pooxa eu adorei esse seu post, fiquei aqui pensando um pouco, e realmente, às vezes nos apegamos muito em pessoas que irão partir rapidamente. Boa sorte nos seus estudos xD
Beijos ;*

Natália disse...

Gostei do teu texto, assim como você acabo me apegando fácil as pessoas, e nem sempre isso é bom.
beijos

ღ_☆Lu☆_ღ disse...

Nossa, me identifiquei puramente com a sua postagem, porque eu também sou assim. Uma vez me falaram assim: "Nossa, você é uma pessoa única, que sempre pensa nos outros".. Só pude responder: "O problema nisso é que eu não penso em mim, e... Então, quem vai pensar em mim?". Nossa, to chocada, você disse tudo que eu já pensei nos últimos meses.
Muito bom
Boas aulas!

Pérola disse...

Oi querida, tem um selinho pra você no meu blog, se puder, da uma passada por lá.:* beijos

Elton... disse...

Poxa, que pena, eu tenho essa característica de não me apegar fácil, é preciso um tempo de relacionamento, mas mesmo assim, eu não me afasto das pessoas quando vejo que estão perto demais, só quando sei que não são confiáveis...
Você as vezes pode ter muito a ganhar com uma grande quantidade de amigos, mas em termos de estratégia é uma jogada de risco, e em termos de sentimento pode ser uma "bad trip".

Ella... disse...

Ah... vc não sabe o quanto te entendo. Não posso dizer que sou boazinha ou meiguinha, mas sou aquela que sempre está lá. Me apego fácil demais e confesso que às vezes tbm imagino coisas que, infelizmente, só aconteceram pra mim. Mas não posso reclamar dos maus amigos... Eles tbm estão sempre lá pra mim. São poucos, mas me bastam.

Sobre Caio, vc já deve saber que amo. E que vejo muito de mim nele também. O que me surpreende às vezes.

Bjão.

Marcelo Lyra disse...

Não se iluda. Sempre se está esperando algo em troca. Ocorre que alguns tem uma grande paciência em esperar mais tempo do que outros. É ruim? Nem sempre. Às vezes quebramos a cara, mas sempre vai ter alguém a renovar a nossa vontade em doar (msm que conscientemente sem esperar receber.)

Cris disse...

Eu consegui fazer uma mistura dos seus sentimentos com os de Carlos, uma mescla meio duvidosa ate para mim. Mas me sento tão ingenua as vezes. Beijos

Cris disse...

só corrigindo sinto*

Corba disse...

Depois do carnaval? Podia ser depois da semana santa...

O Conselheiro Sentimental disse...

amiga, voltei, melhor voltamos, de uma olhada no meu blog

disse...

Na minha vida cairia muito bem também ;x

Sumiu querida :(
quando voltar dá uma pasadinha lá !
saudade dos seus posts!

beijos :*

Denis disse...

engraçado ler u qui vc escreveu, vc dizendo isso sobre vc, parece que vc ta me descrevendo, passo as mesmas coisas que vc, e desejo o mesmo que vc, jah pensei em ir até em psicologo pra ve se podem me ajudar, esse negocio de si apegar facil, machuca muito mesmo por exemplo, eu sendo homem, n é facil segurar, sempre uma dor nova... gostaria de conversar com vc, meu e-mail é satuke@hotmail.com